HISTÓRIAS EXTRAORDINÁRIAS

Mais uma baita notícia do Blógue do Pirisca. …

Blau Nunes é lenda…

E a história quem vai contar é a RBS TV que estará, semana que vem, na Estância São Sebastião em Uruguaiana para rodar o “Santo Presidiário”.
Um dos 6 Episódios desta temporada de HISTÓRIAS EXTRAORDINÁRIAS.

Com Roteiro de Cristina Gomes e Direção de Gustavo Fogaça, a convite do amigo Geraldo Borowski estarei interpretando o papel de Simões Lopes Neto. Ã?

Agora…
Só quero ver a cara da gurizada que andava tirando onda com o meu bigode.

OH MY GÓDE !
Fala agora rrrrrrrr !?!
Seu Madruga o quê rrrrrrrrrrrrr!?!

JASMLGN.jpg

Fonte: www.pirisca.com

Anúncios

Linha Campeira 2010

Enquanto o mundo sofre com as constantes catástrofes climáticas que assolam o planeta nesse início de século, o ano de 2010 segue botando tradição com La Niña e tudo. Os festivais nativistas, os rodeios campeiros e os festivais de barranca sustentam a tradição e fazem à diversão da gauchada espalhada pelo sul do mundo.

O Linha Campeira está de férias, cumprindo o seu ritual de virada de ano e acompanhando a parada da FurbFM. Nesse período reprisamos alguns dos melhores programas do ano e planejamos algumas melhorias para renovar as forças para uma nova temporada.

Estive reunido com o Bragas e com o Jr. em Joinville há três semanas e novamente estive com o Bragas no final de semana passado, buscando alternativas para deixarmos o programa ainda melhor e mais atrativo.

Atualmente estamos com mais facilidade de buscar informações do meio musical e de Culura&Pecuária para trazermos ao grande público todos os domingos. A tendência é buscarmos fazer um apanhado dos acontecimentos da semana, para que os nossos ouvintes possam se atualizar, já que nem sempre as informações chegam para todos.

Como o programa é gravado, fica impossível querermos dar a última notícia, ou querermos ser os primeiros a trazer alguma informação, por isso a opção pelo apanhado da semana e pela qualidade da informação.

Obviamente, não abriremos mão da parte histórica e das nossas pesquisas, pois além de serem o cerne da nossa proposta, é uma das coisas que nos dá mais prazer.

As músicas de fundamento, com o tema tradicionalista e a linha campeira serão sempre as marcas maiores do programa Linha Campeira. Como repetimos muitas vezes no programa, esse foi o motivo da escolha desse nome, pois estampa a identidade e o objetivo máximo dos nossos encontros de domingo, na rádio FurbFM.

Aproveito para convidar a todos para darem suas sugestões e mandarem suas críticas, pois elas podem ser muito importantes para esse momento de planejamento de 2010.

Mande um e-mail para o endereço falaagora

Até breve meus amigos!

Em Fevereiro vamos voltar em grande…

Abr,
Leonel Furtado

Abaixo uma foto da nossa última reunião hahaha!

Contra o ”crescimento predatório”

Espinoza defendeu medidas efetivas de proteção ao ambiente- Crédito: carla ruas
Espinoza defendeu medidas efetivas de proteção ao ambiente
Crédito: carla ruas

SANDRO SCHREINER | sandro

O Seminário Internacional do Fórum Social Mundial, na Usina do Gasômetro, foi aberto ontem discutindo questões ambientais. Ao avaliar os efeitos do "crescimento predatório" contra a natureza, os painelistas reforçaram a necessidade de ações diretas na área ambiental e política. O representante da Coordenadora Andina de Organizações Indígenas (CAOI), do Peru, Roberto Espinoza, um dos palestrantes da conferência com o tema A Conjuntura Mundial Hoje, conclamou os presentes a participarem de uma concentração mundial no México, em abril deste ano. O encontro servirá para pressionar governos e autoridades por medidas efetivas em relação ao meio ambiente e ao clima. Assim, Espinoza acredita que "talvez seja possível evitar um fracasso, como ocorreu na Conferência do Clima, em Copenhague, na Dinamarca".

A representante do Movimento das Mulheres Camponesas do Brasil, Adriana Mesadri, também abordou o impacto da agressão ao ambiente no campo. Para ela, além de debater sobre ações que afetam o meio ambiente, "é preciso que se discuta a sua relação com o sistema capitalista, que destrói a natureza em nome de um suposto desenvolvimento". Adriana acredita ser necessário continuar denunciando "os efeitos maléficos de monoculturas", como a dos eucaliptos, usados para a produção de celulose. Segundo ela, "por culpa do agronegócio e das empresas transnacionais, o brasileiro está consumindo 7 quilos de agrotóxicos por ano". "Estamos comendo muito veneno no país, mas parece que as autoridades não estão preocupadas com isso", argumentou.

O representante da organização colombiana Amigos de la Tierra, Hildebrando Vélez Galeano, criticou o patrocínio da Petrobras ao FSM. "A estatal brasileira é uma das mais denunciadas na Colômbia por intervenções petrolíferas degradantes", enfatizou. Para Galeano, o Fórum Social Mundial deve servir para "irrigar a ação ambientalista junto aos movimentos sociais", como ocorreu nas primeiras edições. "Naquela época, unimos esforços com o Movimento dos Sem Terra para a introdução da agroecologia como uma das bandeiras de luta do movimento na questão agrária", lembrou Galeano.
Fonte: Correio do Povo

Seguro rural de 2009 será pago

O Ministério da Agricultura incluiu R$ 90 milhões no orçamento de 2010 para pagar o seguro rural contratado por 30 mil produtores em 2009, que não haviam sido liberados. "O projeto de lei foi aprovado em dezembro, mas não houve empenho", disse o secretário executivo Gerardo Fontelles. A verba para 2010 é de R$ 238 milhões.
Fonte: Correio do Povo 27 DE JANEIRO DE 2010

Festiva de Barranca – Querência Gaúha 2010

O festival de barranca de Camboriú foi muito prestigiado, apensar das intempéres promovidas por São Pedro.
Excepcional oportunidade para conhecermos novos amigos e tradicionalistas daquela região.
Costela

Costela

Sexta-feira, depois das costelas, a escolha dos temas e a tertúlia.

Tertulia

Tertulia

Tema escolhido por voto: A criança e o futuro da tradição.
Tema escolhido por sorteio: A Flor do Campo
Durante a tarde de sábado compomos um Bugio, na Beira Mar de Camboriú, com a ajuda da Paula, namorada do Bragas, e da Camilinha, minha mãe, para apresentarmos a noite.

Leonel e Bragas compondo em Balneário Camboriú

A apresentação de palco foi abrilhantada pelos parceiros que conhecemos no local. Uma gurizada buena de Balneário Camboriú, Itajaí e Camboriú, que aparecem abaixo apresentando a música deles.

Palco

Palco

Após as apresentações, foram feitas as premiações, e para a nossa surpresa fomos lembrados para a Música Mais Popular!!!!!!!!! Que momento!!!

Premiação

Premiação

A premiação era caprichada. Feita em madeira por um artista de Itajaí
Coza muito linda!!!
Não temos fotos da nossa apresentação e nem mesmo da premiação. Vamos ver se conseguimos com a organização.
O troféu está em exposição no restaurante Moustache, na Av. Beira Mar de Balneário Camboriú, quase esquina com a rua 3500.

Música: Atraquemo Gurizada!

Atraquemo Gurizada

Atraquemo Gurizada

Nossos agradecimentos a todos os envolvidos na organização do festival.
Agradecemos aos músicos que nos acompanharam no palco.
Agradecemos às companheiras de composição.
Agradecemos ao Restaurante Moustache pela acolhida.

Gracias a todos!!!
Abraço,
Leonel Furtado

SHANA MULLER – BRINCO DE PRINCESA

SHANA MULLER – BRINCO DE PRINCESA

capainal.jpg

Shana Müller iniciou sua carreira musical no tradicionalismo aos 8 anos de idade como solista vocal e integrando conjuntos vocais de grupos de dança. Seus primeiros passos na música foram dados a partir da gravação de ‘Vitória-régia’, com o cantor Wilson Paim. Em 2004 Shana iniciou sua carreira solo, lançando o CD ‘Gaúcha’. Em 2006, lançou ‘Firmando o passo’, dando continuidade à proposta da mulher gaúcha, interpretando o repertório de canções bem regionais, com composições de Luiz Marenco, Érlon Péricles, Ângelo Franco, Juliano Gomes, Pirisca Grecco, entre outros. Em 2010 Shana Müller lança, pela Gravadora ACIT, ‘Brinco de princesa’. Em seu repertório milongas, chamamés, chacareras e zambas argentinas. O CD conta com a participação especial de diversos artistas como: Guto Wirtti no arranjo nas faixas 04 e 11; Paulinho Goulart no acordeom em todas as faixas, exceto nas faixas 03 e 08, Paulinho Fagundes nos violões em todas as faixas, exceto nas faixas 03, Texo Cabral na flauta na faixa 11, Mariano Cantero na percussão em todas as faixas, exceto faixa 01, 03, 05 e 07, Edu Martins no baixo acústico em todas as faixas, exceto a faixa 04, Pirisca Grecco na voz na faixa 08, Michel Dorffman no piano na faixa 04, Luiz Carlos Borges na voz e acordeom na faixa 03 e Marcello Caminha no violão e arranjos na faixa 03. O trabalho tem 11 faixas belíssimas, produção musical de Paulinho Goulart e Shana Müller. Vale a pena conferir!

Pedro Ortaça no Fórum Social Mundial

fdmrs.jpg

Pedro Ortaça, mestre da cultura popular brasileira, estará fazendo parte da mesa que debaterá a Situação do Indio nas Grandes Cidades, no dia 27 de Janeiro no FORÚM SOCIAL MUNDIAL. Na data de 28 de janeiro, ás 20:00, estará fazendo show dentro do Fórúm Social Mundial. O evento acontecerá em Canoas, RS.

Para o cantor missioneiro, o FORÚM SOCIAL MUNDIAL é a voz dos continentes!

8º FESTIVAL DE BARRANCA – Camboriú

Recebi por email o mapa do 8º FESTIVAL DE BARRANCA DA TRADIÇÃO GAÚCHA de Camboriú.

Nunca fui, mas a ideia me agrada.
Eu to influído e com ganas.
Tomara que São Pedro ajude, porque o tempo tah medonho.
Faz dias que baba água…
Vamo ter fé no véio!
Leonel Furtado

ACAMPAMENTO E TERTÚLIA LIVRE

De 22 à 24/01/2010, para participantes inscritos.

INSCRIÇÕES e REGULAMENTO:

47-9987-3687 3348-3725

C/ VALDORION. Ou solicite pelo email

estanciaquerenciagaucha

Se tu escreves Poesia, Música Gaúcha

Toca Gaita ou violão venha participar

Do 8º festival de Barranca.

EM JANEIRO: "SEGUE O RUMO DO TEU PRÓPRIO CORAÇÃO,
CRUZARÁ PELA ESTRADA ALGUM GINETE,
OUVIRÁS TOQUE DE GAITA E DE VIOLÃO", PELO CAMINHO DO RIO DO MEIO,
CHEGARÁ NA ESTÂNCIA QUERÊNCIA GAÚCHA!

Safra de 2010 deve ficar 5,2% maior que a do ano passado, diz IBGE

Produção deve alcançar 140,7 milhões de toneladas.
Em 2009, produção foi a segunda maior da série histórica.

Do G1, em São Paulo

Saiba mais

A safra brasileira de grãos deve ficar 5,2% maior em 2010 na comparação com a do ano passado, segundo nova estimativa divulgada nesta quinta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A produção deve alcançar 140,7 milhões de toneladas, em uma área de 48,1 milhões de hectares, 2,0% superior à de 2009.

Os maiores crescimentos deverão ser verificados na produção de feijão em grão 1ª safra (+17,9%), café em grão (+15,2%), soja em grão (+14,4%), cebola (+10,5%), fumo em folha (+3,9%), mandioca (+2,9%) e batata-inglesa 1ª safra (+1,0%). Por outro lado, devem ter queda de produção o amendoim em casca 1ª safra (-10,6%), arroz em casca (-5,0%), milho em grão 1ª safra (-3,2%) e algodão herbáceo em caroço (-1,1%).
Produção de 2009 é segunda maior da série histórica
A nova estimativa do IBGE também aponta que a safra de 2009 deve ficar 8,3% menor que a do ano anterior, quando atingiu o recorde de 146 milhões de toneladas. Apesar da queda, a safra de 134,1 milhões de toneladas colhidas no ano passado é a segunda maior da série histórica do IBGE.

Da safra do não passado, a região Sul teve a maior participação com 52,4 milhões de toneladas, seguida pelo Centro-Oeste, com 48,8 milhões de toneladas; Sudeste, 17,2 milhões de toneladas; Nordeste, 11,6 milhões de toneladas e Norte, 3,8 milhões de toneladas.

Goela Seca 2010 – Pablo Pereira em SC

Chegou de arrastar esporas por ai.

No final de semana passado foi a vez dos Goela Seca passarem por Joinville pra conhecer uma nova geração de se apresentou por esses anos na quela cidade, abraçar os pais corujas e tocar umas marcas, já que o anfitrião era o sempre amigo e baixista dos Goela Seca, Pablo Pereira que aparece tocando com os locutores do Linha Campeira, Bragas e Jr, na foto abaixo.

Valeu Pablo!
Entramos 2010 com o pé direito.
Daqui para frente é meter o facão no toco e deixar o cabo tremendo….
Abr,
LF

1ª Serrania da Canção Gaúcha – Regulamento

10ª FESTA NACIONAL DAS HORTALIÇAS – FENAHORT
12 e 13 DE MARÇO DE 2010 – URUBICI/SC
PARQUE DE EXPOSIÇÕES MANOEL PRÁ

COMISSÃO JULGADORA:
BETO VENTURA
JONES ANDREI VIEIRA
RAMIRO AMORIM
MARCELO OLIVEIRA
CRISTIAN CAMARGO

INSCRIÇÕES: Gratuitas até o dia 8 de fevereiro de 2010 (data de postagem);
AJUDA DE CUSTO: R$200,00 em dinheiro, além de hospedagem e almoço de confraternização no dia 13 de março;
MÚSICAS CLASSIFICADAS PARA ELIMINATÓRIAS: 14 Composições (que se apresentarão no dia 12/03) e mais 2 suplentes;
MÚSICAS CLASSIFICADAS PARA A FINAL: 10 Composições (que se apresentarão no dia 13/03);
DIVULGAÇÃO DAS CLASSIFICADAS PARA ELIMINATÓRIAS: Dia 14 de Fevereiro de 2010, às 22h30min;

PREMIAÇÃO:

1º lugar – R$ 1.500,00 e Troféu

2º lugar – R$ 1.000,00 e Troféu

3º lugar – R$ 500,00 e Troféu

Melhor Intérprete – R$ 350,00 e Troféu

Melhor lnstrumentista – R$ 350,00 e Troféu

Melhor letra – R$ 350,00 e Troféu

Mais popular – R$350,00

INEDITISMO: Todas as composições participantes da 1ª Serrania da Canção Gaúcha não irão perder seu ineditismo, pois não serão gravados quaisquer tipos de materiais que possam tornar isso possível.

IMPORTANTE: A simples leitura dessas informações não afastam a total conhecimento e a aplicabilidade do regulamento em anexo.

FICHA DE INSCRIÇÃO

REGULAMENTO

*Mais informações: Rafael Capistrano – Fone: 48 9163-2963 e-mail/MSN: urubiciense

ENART ganha logomarca comemorativa


O Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (ENART), considerado um dos maiores eventos artístico-amador da América Latina, comemora 25 anos em 2010. E para celebrar a data, a Danna Produções desenvolveu logomarca comemorativa para o festival, que será utilizada durante todo o ano. A empresa também foi a responsável pelo desenvolvimento da nova logomarca da Ciranda Estadual de Prendas.

Fonte: MTG.

Vencedora da Taipa

Amigos,
mais uma vez busco no blogué o Pirisca a informação que queria trazer para vocês.
Valeu Pirisca!!! O Blógue tá sensacional!
Abr,
LF

Fonte: www.pirisca.com
****************************************************************************************************

Taí a vencedora da Taipa.

“SENHOR DA PAMPA”
Letra: Cabo Déco
Música: Alemão e Filipi dos Calavera

mendigo1.jpg

AQUELE VELHO NA CALÇADA
CALÇANDO MOCACIM
PALETÓ, CAMISA RASGADA
BOINA SURRADA, CALÇA DE BRIM

BEBENDO O TRAGO QUE RESTA
NAQUELA TAÇA DE GIM
VENDO O MUNDO PELAS FRESTAS
ESPERANDO PELO FIM…

JÁ FOI PEÃO, FOI DOMADOR,
JÁ FOI CAMPEIRO SIM!
HOJE SEM PÃO NEM COBERTOR
CARREGA UM POUCO DE MIM

TRAZ NOS OLHOS TELURISMO,
TAMBÉM VEM DE ONDE VIM,
NÃO SEI SE A VIDA É INJUSTA
OU A GENTE É QUE É ASSIM

DAÍ-ME A MÃO SENHOR DA PAMPA
OLHAI PELOS CONFINS…
BOTA UM POUCO DE ÁGUA SANTA
NAQUELA TAÇA DE GIM…

De Fundamento…

gadea.jpg

Festival da Barranca tem acesso livre em SC

Festival da Barranca tem acesso livre em SC

barrancasc.jpg

Ao contrário do evento similar que acontece em São Borja, o Festival da Barranca que será realizado na Estânca Querência Gaúcha, em Camboriú, Santa Catarina, não é fechado. E o público pode até acampar. Recebi o seguinte chasque do organizador Valdorion Klein:

A ESTÂNCIA QUERÊNCIA GAÚCHA, promove nos dias 22 e 23 de janeiro próximo o 8º Festival de Barranca da Tradição Gaúcha, o evento reunirá gaúchos e gaúchos de todas as idades vindos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e de outras regiões do Brasil.

Juntamente com o 8º Festival de barranca acontecerão também a 12ª Tertúlia Nativa, o 8º Entrevero de Cordas e Foles, o 4º Festival de Barranca Juvenil e o 3º Barbicacho Literário, a mateada. A estância dispõe de local pra acampamento.

O Festival de Barranca segue a tradição do Festival Patriarcal, de São Borja RS, no que tange a escolha do tema no dia (22/01), anterior a apresentação que será no dia (23/01) entre músicas e poesias, todas inéditas que obedecem ao tema aprovado.

Quanto ao Festival Juvenil não há necessidade de ineditismo, a Tertúlia nativa neste ano, no dia 22 será exclusivamente de músicas missioneiras, no sábado a tertúlia é livre.
O Barbicacho Literário é o espaço destinado a manifestação de outras formas culturais, tais como contos, crônicas, causos anedotas, desenhos, caricaturas, fotografias, recortes de livros e jornais, do autor ou de outros, destes com a devida identificação, que ficaram expostos na Estância para a apreciação dos presentes. Os trabalhos devem ser em uma lauda (a4), que poderão ser enviados pela internet até o dia 20 deste.

O Entrevero de Cordas é Foles, é realizado antes do início do festival e é um momento de confraria entre os músicos presentes que escolhem duas ou três músicas que todos tocaram sem ensaio, por isso é chamado de entrevero.

Mais informações pelo e-mail ou no Orkut, ou ainda pelo fone (47)3348-1161, 3348-3725 e (47)9987-3687 , com Valdorion. O e-mail é estanciaquerenciagaucha

Saudações de rios e barrancas
Valdorion Klein
Coordenador do Festival

Equinos Crioulos são abatidos em Hulha Negra

Abigeatários levaram carne de animais da fazenda Santa Francisca

Quatro éguas e dois potros foram mortos em ação que ocorreu durante madrugada- Crédito: francisco rodrigues / especial / cp
Quatro éguas e dois potros foram mortos em ação que ocorreu durante madrugada
Crédito: francisco rodrigues / especial / cp

Quatro éguas e dois potros da raça Crioula foram abatidos na madrugada de ontem na fazenda Santa Francisca, em Hulha Negra, a 20 quilômetros de Bagé. Três animais foram degolados e os outros três, mortos a tiros. Os abigeatários levaram os quartos, paletas, lombo e toda a carne do pescoço de cinco equinos. Um potro ficou inteiro no campo.

O proprietário da fazenda, José Carlos Sena Rosa, contou que os assaltantes entraram no local à noite. Além dele, estavam na estância sua esposa e um empregado, mas ninguém ouviu qualquer barulho. A área de 400 hectares fica a dois quilômetros da BR 153. No local são criados ovinos, bovinos e equinos.

Sena Rosa, que também é veterinário e professor da Universidade da Região da Campanha (Urcamp), calcula que tenham sido levados 900 quilos de carne e que o prejuízo seja de R$ 300 mil. "Dá vontade de chorar. Matar cavalo para levar a carne não existe, é gente sem escrúpulos", lamentou o professor.

A investigação está sob responsabilidade da Delegacia Especializada de Furto, Roubos e Entorpecentes (Defrec). O delegado regional de Polícia, Sezefredo Lopes, esteve na fazenda e informou que, por enquanto, não tem pista dos criminosos. Ele disse que, pelas evidências, tudo leva a crer que é alguém que conhecia a movimentação dos animais. Lopes acredita que a carne tenha sido levada para Pelotas.

O presidente da Associação Rural de Bagé, Eduardo Móglia Suñe, observou que surgiram muitos estabelecimentos de embutidos em Bagé e alertou a população para não comprar em locais irregulares.

Fonte: Correio do Povo

SÍTIO DO LAÇADOR

SÍTIO DO LAÇADOR

- Crédito: alexandre mendez
Crédito: alexandre mendez

Paixão aponta falhas no Laçador

Folclorista que inspirou estátua reclama e Smam promete avaliar a estrutura e plantar palmeira

Base da peça apresenta sulcos que poderiam comprometer segurança- Crédito: fotos alexandre mendez
Base da peça apresenta sulcos que poderiam comprometer segurança
Crédito: fotos alexandre mendez

O historiador e folclorista Paixão Côrtes está indignado com o que chama de "descaso" com a manutenção do Sítio do Laçador, na entrada da cidade. Segundo Paixão, "o sítio virou uma tapera". Ele reclama que a estátua feita pelo escultor Antonio Caringi, em 1958, está sem iluminação noturna e sua base apresenta sulcos provocados pela chuva, que comprometem a segurança da peça.

Paixão Côrtes disse que também ouviu reclamações das filhas do escultor Caringi, Fernanda e Antônia, quanto situação da obra. Paixão afirmou que existem erros na placa que conta a história da estátua. O primeiro deles é que a obra teria vindo do Sítio do Bombeador. Nunca existiu esse sítio nem a palavra inscrita. O local que a estátua ocupava se chamava Bombeiro, que é nome dado ao vaqueano que segue à frente das tropas em movimento. A estátua de bronze, de 4,45 metros de altura e 3,8 toneladas, corre o risco de perder o braço, alertou Paixão, pois o laço, que também está errado, é pesado e não tem apoio – o que o leva a balançar com o vento e forçar o braço da estátua, podendo arrancá-lo.

O Sítio do Laçador ainda apresenta mais um erro, comentou Paixão. "Deveriam existir oito palmeiras, significando os oito personagens que, junto comigo, criaram o movimento tradicionalista, mas uma palmeira morreu e nunca foi replantada", apontou.

Incumbida pela conservação do Sítio do Laçador, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) informou que não tinha conhecimento da ausência de uma palmeira, que deve ter sido alvo de vandalismo. Porém, garantiu que o vegetal será substituído nos próximos dias.

Quanto à conservação da estátua, a responsável pelo Departamento de Monumentos da Smam, Cibele Silva do Carmo, afirmou que será realizada uma avaliação técnica para verificar se houve alguma alteração na estrutura do Laçador.

"Se for o caso, iremos elaborar um laudo e encaminhar a recuperação", garantiu Cibele do Carmo, acrescentando que a prefeitura é responsável pela conservação de mais monumentos da cidade. Sobre o laço que o gaúcho segura nas mãos, Cibele explicou que as antigas boleadeiras foram roubadas por vândalos. "Fizemos a substituição da peça. Não vejo problemas no peso da mesma", completou a responsável pelo Departamento de Monumentos da Smam.

Fonte: Correio do Povo

Praga ameaça plantações de cana-de-açúcar no Brasil

Uma nova praga ameaça os canaviais de São Paulo. A ferrugem alaranjada, um fungo que ataca as folhas da cana-de-açúcar, já foi encontrado nas regiões de Araraquara, Ribeirão Preto e Piracicaba, importantes produtoras de cana.

A doença provoca o apodrecimento do tecido da planta e reduz a produção de açúcar. A ferrugem alaranjada existe na Ásia e na Austrália desde o século 19. Em 2007, foi encontrada em canaviais dos Estados Unidos e depois em países da América Central.

A principal hipótese dos pesquisadores é que o fungo tenha chegado ao Brasil vindo desses países e chegado a São Paulo por correntes de vento. Eles também acreditam que a doença já tenha chegado a outros estados brasileiros.

Não há como barrar a disseminação da doença e nem erradicá-la. Uma plantação contaminada apresenta em média uma queda de 20% na produção de cana. Especialistas estimam uma perda de R$ 300 milhões por ano no país.
O fungo prefere ambientes com calor e umidade. No Brasil, não há autorização para o uso de fungicidas nas lavouras de cana. A melhor alternativa no momento é plantar variedades mais resistentes à doença.

"Como é uma novidade, uma doença exótica que acaba de chegar, nós vamos ter várias surpresas até conhecer a reação de todo esse plantel varietal que a gente tem no país", diz Enrico Arrigoni, pesquisador do Centro de Tecnologia Canavieira.

Os produtores estão preocupados. "A doença já está instalada. Isso significa alguns anos de prejuízo para os produtores", diz a engenheira agrônoma Arminda Sacchi.
O Ministério da Agricultura diz que estuda a liberação emergencial do uso de fungicidas na cana-de-açúcar e diz que já notificou todos os estados produtores sobre a doença.
Fonte: G1

Lula sanciona nova lei da Assistência Técnica Rural

Programa pretende melhorar o auxílio ao pequeno agricultor e aumentar a produção de alimentosLetícia Luvison | Brasília (DF)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta segunda, dia 11, em Brasília, a Lei de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). O programa, que pretende melhorar o auxílio ao pequeno agricultor e aumentar a produção de alimentos, é alvo de críticas de entidades do setor agrícola.

Neste ano, devem ser investidos mais de R$ 600 milhões em assistência técnica. Com a nova lei, a partir de março, o governo vai poder contratar, sem licitação, entidades privadas para oferecer o serviço aos produtores. O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura, Alberto Broch, cobrou comprometimento das autoridades.

— Com certeza, essa lei, se não faltar recursos e se houver comprometimento, pode fazer com que a assistência chegue onde não chega hoje, no interior — disse Broch.

A dispensa de licitação foi questionada por entidades do setor rural, porque comprometeria a transparência dos gastos. O ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, garante que a nova lei vai qualificar o atendimento ao agricultor.

— A lei da Ater dá mais transparência na contratação dos serviços, mais agilidade, mais eficiência e vai permitir que a gente faça uma assistência técnica de extensão rural voltada aos interesses dos agricultores e da produção — explica Cassel.

Para participar do processo de seleção, as entidades não-governamentais devem se cadastrar nos órgãos estaduais de assistência técnica. Além disso, precisam comprovar ter mais de cinco anos de atuação no Estado e pessoal para prestar o serviço.

CANAL RURAL

Festival da Taipa

Está chegando a sua 11ª edição.
O nome foi sugerido pelo Tio Vinícius Pitágoras.
Não só o nome mas, a idéia de fazer um encontro em Uruguaiana só pra gurizada.

Nosso Festival foi criado em 2000 nos moldes da Barranca.
Ou seja, é dado um Tema 24 horas antes da final, sacou?
Todos têm que compor músicas em cima do Tema sugerido no prazo de um dia.
Fazer a letra, a música, os arranjos, montar a banda e apresentar, ã?

Até a quinta edição a Taipa foi itinerante.
Cada ano numa Estância de Uruguaiana.
Depois nos aquerenciamos na Itaoca.

IMG_0200.jpg

Há um baú com fotos, letras e fitas K7 que guardam a história da Taipa.
Mas há também, muita história na memória de cada Taipeiro que é o grande sabor desse encontro, quando todos se reúnem na primeira quinta feira do ano.

Somos nó máximo 30 pessoas. O importante é que todos contribuam artisticamente. Escrevendo, tocando, fotografando, enfim. Agregando.

IMG_0203.jpg

Cronologicamente já foram nossa sede:

A São Luis dos Palmero,
A Tradição dos Martins Bastos,
A Itaoca dos Costa Gomes,
A Neith dos Costa,
O Cerro do Caiboaté dos Carneiro Monteiro,
e Itaóca até hoje.

No primeiro ano o tema foi a Doma
no segundo: Como quem colhe uma flor (Julinho Machado)
no terceiro: Sonho Taipeiro (Luis Carlos Borges)
no quarto: da porteira pra dentro (Miguel Bicca)

no quinto: pealo de cucharra, na boca da noite (Vinícius Pitágoras)
no sexto: vida, a luz dos olhos de quem tem alma (Angelo Franco)
no sétimo: Vitória (Martinho Pereira)

no oitavo: a arte da criação (Cesar Santos)
no nono: tropeada (Seu Fernando)
no décimo: dez (Silvio Genro)

e esse ano, vai saber!

IMG_0234.jpg

Bueno, de lá saíram muitas músicas.
As vencedoras do primeiro ano foram parar na Califórnia (“Potreiro Vazio”) e Sapecada da Canção (“Prenunciando”).

No segundo ano fiz “Jogando Truco” e “Outra Campereada”.

“Na Alma e na Voz” venceu a terceira Taipa e, um mes depois o Reponte em São Lourenço.

A vencedora do quarto ano, do Boca e do Angelo, ganhou a 1ª Aldeia em Gravataí.

Duas músicas da quinta edição foram parar em festivais de SC, “Tento a Tento” e “Numa Benção de Oito Tentos”. Inda compus a “Zambita Nueva” nesse mesmo ano.

Foi parar na Califa a vencedora do sexto ano. Do Boca , do Duca e do Digão.
“A vida vem vindo ao tranco, na estância do bem querer…”

IMG_0278.jpg

Creio que de uns anos pra cá não tenho estado muito atento as estatísticas.
Deve ser devido a idade ou ao desapego mesmo.

Sei que o Zelito fez “Milonga para Las Palmas” e colocou no CD.
Tem muita coisa da Taipa no CD do Cabo Déco também.

Lembro que o “Tropeiro da Meia Noite” venceu a nona edição e agora ganhou a Linha Livre da Califa.

IMG_0093.jpg

Um fato interessante é que a partir da terceira edição sacamos fora a comissão julgadora. Isso. Todo mundo participa, todo mundo assiste, e cada um escolhe a sua preferida…
Daí, teremos uma vencedora. Vencedora entre aspas, lá todos ganham. Escolhemos a que melhor retratou o momento, a que mais nos emocionou.

É isso aí gurizada, apesar de, em muitos rincões, Taipa tenha outro significado, é o nosso Festivalzito, laboratório, palco de encontros inesquecíveis com quem a gente ama. E também o berço do nosso Compasso Taipero.

IMG_0189.jpg

Ah! Também é onde plantamos árvores e canatmos o Hino do Rio Grande incansavelmente.

Fiquem todos com Deus e façam oração.
Mandem boas energias para que possamos voltar de lá com cosas nuevas, nuevas, nuevas…

IMG_0045.jpg

Um grande beijo e um 2010 repleto de atitudes positivas.
Té!
Fonte: www.pirisca.com.br

« Older entries