Chimarrão em 11 segundos


Perfil

Acompanhe o melhor da Festa da Uva 2010, que será realizada em Caxias do Sul de 18 de fevereiro a 7 de março.

Nádia De Toni

Quem não sabe preparar o chimarrão pode aprender no estande da Escola do Chimarrão, na Estação do Gaúcho, localizada na antiga arquibancada do espetáculo Som e Luz. E ainda pode descobrir como fazê-lo muito rápido: em 11 segundos, promete o diretor executivo da Escola, Pedro José Schwengber.

Siga os passos ensinados por Schwengber:

1º: Coloque uma colher de sopa de erva mate no fundo da cuia.
2º: Encha a cuia, até o "pescoço", com água quente.
3º: Coloque erva mate sobre a água, cobrindo toda a abertura da cuia.
4º: Empurre a erva com a bomba para a lateral e coloque um pouco de água.
5º: Com movimentos laterais introduza a bomba na cuia.
6º: Posicione a bomba no mate e está pronto o chimarrão.

* Por Nádia De Toni

Anúncios

CMN libera crédito para endividados – Limite maior a cooperativas

CMN libera crédito para endividados

Agricultores familiares que tenham prorrogado dívidas nas condições da resolução n 3.773 do CMN poderão contratar novo financiamento rural, desde que o patrimônio produtivo tenha sido prejudicado de forma a comprometer a continuidade de suas atividades, mediante comprovação dos prejuízos por laudo técnico. O crédito será concedido para reconstrução do patrimônio e retomada da produção. A decisão foi divulgada ontem em reunião do CMN e restringe-se ao Pronaf Mais Alimentos. "Não se trata de renegociação", afirmou o secretário adjunto de política do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt. Segundo ele, com a medida, evita-se que se mate o produtor por "antecipação". A avaliação é que, se ele não tiver condições de prosseguir na atividade, haverá dificuldade ainda maior de honrar a dívida.

Limite maior a cooperativas

O limite de financiamento do Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias (Procap-Agro) foi ampliado de R$ 25 mil para R$ 40 mil por associado. O CMN ainda definiu que todos os R$ 2 bilhões do programa poderão ir para crédito às cooperativas. Antes, o limite era de 50%.
Fonte: Correio do Povo

Brasil negocia carnes com a China

Exportadores de suínos esperam embarcar 18 mil toneladas para o país neste ano<br /><b>Crédito: </b> beto hachmann / cp memória
Exportadores de suínos esperam embarcar 18 mil toneladas para o país neste ano
Crédito: beto hachmann / cp memória

A China deverá abrir seu mercado para as carnes brasileiras ainda este ano. Só em cortes suínos, a meta é embarcar 18 mil toneladas, o equivalente a 5% do mercado daquele país. O presidente da Abipecs, Pedro de Camargo Neto, está na China para negociar a habilitação de 25 frigoríficos brasileiros. A expectativa, conforme o dirigente, é que a conquista do mercado seja oficializada na visita do presidente Hu Jintao ao Brasil, que deve ocorrer em abril. "Acreditamos que toda parte técnica esteja atendida. O que falta agora é destravar a burocracia. Uma visita presidencial sempre é ótima para este tipo de coisa", frisou. A missão também inclui a Coreia do Sul, onde o dirigente estará no fim da semana.

A China também é alvo dos exportadores de carne bovina. Conforme o presidente da Abiec, Roberto Gianetti da Fonseca, o país vende perto de 200 mil t por ano para a China via Hong Kong, mas a expectativa é que, com a exportação direta, esse volume aumente para 500 mil t/ano imediatamente. "Isso é muito fácil, pois a demanda chinesa é altamente elástica", disse. Ele lembrou que a China possui o maior número de habitantes do planeta. "É inevitável que o mercado se abra ainda em 2010", afirmou.

Fonte: Correio do Povo

Leilão Circuito Eco Angus, entre nesse C I R C U I T O !!!!

Cavalo foi amarrado ao veículo

Polonês provoca acidente ao conduzir carreta e cavalo ao mesmo tempo

Leszek Stepien tentava levar seu veículo para casa.
Visivelmente alcoolizado, ele ainda culpou o animal pelo acidente.

Do G1, em São Paulo

Um fazendeiro pode ir para a prisão por estar bêbado ao dirigir uma carreta e conduzir um cavalo ao mesmo tempo, informa o jornal inglês "Metro" desta terça-feira (23).

Foto: Reprodução/Metro.co.uk

Cavalo foi amarrado ao veículo. (Foto: Reprodução/Metro.co.uk)

O polonês Leszek Stepien só queria levar sua carreta quebrada para casa e para isso amarrou um cavalo ao veículo. Alcoolizado, o homem não conseguiu conduzir nenhum dos dois e provocou um acidente na estrada envolvendo outros carros.

Ao perceber a batida, Stepien gritou com o cavalo: "a culpa é toda sua!".
Flagrado por policiais, Leszek Stepien é acusado de dirigir bêbado e tratar cruelmente o animal.

Cantiga para o meu Chão

César e Rogério entram em estúdio para gravar nono CD da carreira

César e Rogério estão em estúdio gravando o nono CD da carreira. O disco, que se chamará "Cantiga para o meu Chão", terá 15 faixas, entre elas duas regravações do folclore argentino. O dueto assina a produção musical do projeto e direção musical fica por conta de Marcello Caminha.
Fonte: www.cesarerogerio.com.br

5ª Nevada da Canção Nativa – São Joaquim/SC – 2010

Classificadas:

1-Pescando terneiro
Letra: Rodrigo Jacques
Musica: Rodrigo Jacques

2-Rincão bonito
Letra: Rogerio Avila
Musica: Jari Terres

3-E a saudade vai de tiro…

Letra: José D. Teixeira e Gujo Teixeira
Musica: Juliano Moreno e Vitor Amorim

4-Recordando
Letra: Kiko Goulart
Musica: Kiko Goulart

5-Alma gaucha
Letra: Anomar Danubio Vieira
Musica: Mauro Moraes

6-Memorial de rastos
Letra: Xirú Antunes
Musica: Adriano Gomes

7-Zambita que dejaste tu
Letra: Rodrigo Jacques
Musica: Jari Terres

8-Rebenque
Letra: Xirú Antunes
Musica: Juliano Gomes

9-Temporais de saudade
Letra: Fabio Peralta
Musica: Fabio Peralta

10-Alma nochera
Letra: Frederico Viana
Musica: Danielli Rosa e Raineri Spohr

11-Ranchito posteiro
Letra: Gujo Teixeira

Musica: Cristian Camargo

12-Vestidito amarillo
Letra: Evair Suarez Gomes
Musica: Juliano Gomes

13-Baita baile
Letra: Mauro Moraes
Musica: Mauro Moraes

14-Sangue de boi
Letra: Adriano Alves

Musica: André Teixeira

15-Chacarera e liberdade
Letra: Helvio Luiz Casalinho
Musica: Fabiano Bacchieri

16-A estrada e a rima
Letra: Juarez Machado de Farias
Musica: Rodrigo Maia

*Giorgia Bianchini Vaz

18ª Sapecada da Canção Nativa – 2010

Devido ao recesso do correio no feriado de carnaval estamos prorrogando as inscrições para a 18ª Sapecada da Canção Nativa e 10ª Sapecada da Serra Catarinense.

Regulamento e Inscrição (local)
Regulamento e Inscrição (geral)

As inscrições para a 18ª Sapecada da Canção Nativa e 10ª Sapecada da Serra Catarinense, Indiferente da data de postagem no Correio, serão aceitas, impreterivelmente, até as 18:00h do dia 04 de Março de 2010, na Fundação Cultural de Lages, Rua: Benjamin Constant, 141 – Centro – Lages – SC – CEP: 88501-110

E-mail: sapecadafestival
Informações com Carla Arruda – Fone: (49) 3224-74-25/ (49) 84051474

*Giorgia Bianchini Vaz

Brasil defende abertura comercial

Impacto da pecuária é tema em debate entre países ricos e em desenvolvimento<br /><b>Crédito: </b> antônio sobral / cp memória Impacto da pecuária é tema em debate entre países ricos e em desenvolvimento
Crédito: antônio sobral / cp memória

O Brasil irá defender a abertura dos mercados para países em desenvolvimento e se posicionar sobre medidas para conter o aquecimento global na reunião ministerial do Comitê de Agricultura da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), na quinta e sexta-feira, em Paris, na França. O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura (Mapa), Edílson Guimarães, embarca hoje para representar o país no encontro, que reunirá 40 nações. O objetivo é avaliar desafios e oportunidades para a agricultura e estudar políticas para questões como segurança alimentar e tendências de preços. Conforme o assessor de Guimarães, Antônio Morais, o Brasil defenderá a abertura de mercados para os produtos do agronegócio e também o entendimento que o aquecimento global deve ser tratado em um contexto que extrapola a agricultura.

Ele explica que o controle de níveis de emissão de gases, sugerido pelos países desenvolvidos, é mais complicado de ser feito nas nações em desenvolvimento porque o nível de organização do setor é menor. "Os países ricos falam em restringir a criação de gado, o que está fora de cogitação para nós. Temos que conviver com a realidade e minimizar seus efeitos", frisou.

Linha Campeira do dia 22/02/2010

Linha Campeira

Buenas Gauchada!
É com grande alegria que estamos de volta aos nossos encontros de domingo e assim, seguimos atualizando o nosso site.

Clique aqui e ouça o programa.

Vem novidades por ai!!!
Novidades boas, mas em primeiração no programa do domingo que vem.
Só instigando às lumbrigas de vocês.

Começamos assim o ano!
Abr,
Leonel Furtado

César Oliveira critica “morcegos” da cultura

César Oliveira critica "morcegos" da cultura

Ao contrário do presidente do MTG, César não se calou!

Foto: Divulgação

Divulgação

Por que “a musica gaúcha é intragável”?

Depois de ler a entrevista de Nei Lisboa no jornal Zero Hora, gostaria de ter a oportunidade de perguntar pessoalmente ao conceituado e respeitável músico o por que desta declaração. Considero-me uma pessoa bastante esclarecida, certamente mais do que muitos dos supostos “intelectuais” da música porto alegrense. Usufruindo de uma simbologia, me refiro, mais especificamente, a artistas de grande cunho intelectual que assemelham-se a “morcegos”, pois somente os encontramos à noite circunscritos a uma área restrita em bairros tradicionalmente boêmios de nossa capital.

Seu universo pode ser metaforizado como uma caverna obscura, em que só se projetam inspirações de temáticas desordenadas, em invés de nos projetar a longínquos pagos, verdes campos, heróicas, nostálgicas e românticas histórias de nosso rico povo rio-grandense. Porto Alegre, a capital dos gaúchos, ainda possui uma muralha imaginária levantada por milhares de tijolos forjados pelo preconceito.

Felizmente, graças a muitos esforços daqueles que produzem e vivem para elevar a cultura e o folclore do Rio Grande do Sul, noto que nos últimos anos este panorama vem mudando e estão se aparando as arestas da discriminação. Os comentários de Nei Lisboa, na contramão desta saudável evolução, somente reforçam o preconceito e a má vontade que estigmatizam as pessoas envolvidas e identificadas com a cultura regional. Se porventura o notável artista aqui citado fosse realmente uma pessoa esclarecida, veria que valorizar o regionalismo, é apenas cego para suas raízes.

Causa-me estranhamento que o referido músico se sinta à vontade para gravar um candombe, ritmo típico do folclore Uruguaio – uma música de raiz proveniente da África trazida pelos escravos – ou um tango – de origem argentina, executado de início por guitarreiros com temática folclórica – mas diga que não colheu nada de referenciais da música regionalista, como TEIXEIRINHA. Nei Lisboa valoriza as manifestações musicais embasadas no folclore – Uruguaio e Argentino , porém chama de intragável a música regional produzida no Rio Grande do Sul, que somado a estes dois países, forma e sustenta uma cultura viva e riquíssima, a dos “GAUCHOS/GAÚCHOS”.

A diferença entre os músicos destes países “hermanos” e os “nossos” intelectuais musicistas é que eles não possuem preconceito com suas raízes, muito pelo contrário, possuem sim orgulho e buscam dignificá-la. Felizmente, o Rio Grande do Sul tem inúmeros representantes orgulhosos de sua cultura, como Yamandú Costa, projetado, consagrado e reconhecidíssimo no cenário musical mundial como instrumentista gerado no mais puro folclore gaúcho.

Este sim é esclarecido, assim como inúmeros instrumentistas, poetas, intérpretes, que comporiam uma farta listagem de pessoas que possuem orgulho de sua procedência. Não concordo, por todo o exposto, com a opinião de Nei Lisboa, mas respeito-a e, mais do que tudo, respeito seu direito de expressá-la. Contudo, não posso me furtar de sublinhar o absurdo da frase “a música gaúcha é intragável para qualquer pessoa mais esclarecida”.

Como eu, tenho certeza de que outras milhares de pessoas esclarecidas, ficam apavoradas quando a generalização se sobrepõe a análise criteriosa e quando o preconceito se manifesta de forma deliberada. E, para finalizar, acredito que nós precisamos, sim, de um MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO. Precisamos também que este use, com coerência, sua posição para sustentar o ideal de folclore.

Do contrário, lenço só de bolso, e este nem se usa mais. Se alguém não consegue usufruir da riqueza de uma vasta cultura regional por puro PRECONCEITO, que pena, pois é “intragável” tal filosofia.

César Oliveira

O Milagre de Santa Luzia

Estreiou em São Paulo no último dia 27 de agosto o filme "O Milagre de Santa Luzia", vencedor do Candango de Melhor Trilha Sonora e do Prêmio Vagalume de Melhor Filme no 41° Festival de Brasilia do Cinema Brasileiro.

O filme é uma viagem pelo Brasil que toca sanfona, cordeona, gaita, gaita de botão, e tem a participação de grandes artistas e acordeonistas gaúchos, como Thelmo de Lima Freitas, Edson Dutra, Renato Borghetti, Gilberto Monteiro, Bagre Fagundes, Luciano Maia e Luiz Carlos Borges.

Mais informações também podem ser encontradas no seguinte endereço eletrônico: www.omilagredesantaluzia.com.br

A partir do mês de setembro o filme começará a ser exibido em todo o Brasil, começando por Porto Alegre, Curitiba, Salvador, indo aos poucos para as outras capitais.

Fonte: CBTG

CBTG lança emissora de TV tradicionalista

A partir da segunda quinzena de fevereiro, o tradicionalismo ganhará seu próprio canal de televisão. A TV Tradição Gaúcha, da Confederação Brasileira de Tradição Gaúcha (CBTG), levará informação, conhecimento e entretenimento aos tradicionalistas de todo o país. Segundo o vice-presidente da entidade, Manoelito Savaris, o objetivo é fortalecer a unidade ideológica e socializar o conhecimento nas áreas cultural, campeira, artística e esportiva.

Neste primeiro momento, a programação contará com cursos de formação tradicionalista, entrevistas, além da reprodução de eventos e vídeos culturais já existentes. Segundo a entidade, aproximadamente mil antenas de recepção devem ser instaladas no primeiro ano de atividades, alcançando mais de 100 mil tradicionalistas.

O canal também poderá ser acessado via internet, pelo endereço www.cbtg.com.br Segundo Savaris, em cidades do interior, é comum que o CTG seja muitas vezes a única célula social da localidade. “As entidades tradicionalistas sempre foram referências culturais. Esse é mais um passo para o fortalecimento desse propósito”, complementa.

Para adquirir a antena, os interessados devem acessar o site da CBTG (www.cbtg.com.br) e clicar no banner localizado à direita da tela principal. O valor para aquisição pode variar conforme a localização, sendo o preço máximo de R$ 1.089,00.

O pagamento pode ser parcelado em até três vezes.

de volta a realidade

Mais uma do Blog do Pirisca.
Abr,
LF

Que tal indiada?
To aqui pra contar a voces que o 10º Canto do Ibicuí foi só sucesso.
Ninguém duvidava disso…

pordo.jpg

A natureza foi muito generosa conosco.
Passamos 4 dias excepcionais em Manoel Viana na costa do rio.
Sem tormentas nem tormentos.
Dias inesquecíveis, noites lindas .
Graças a Deus!

Na quinta feira rolou o concurso de Poesias.
Na sexta o tema livre, ou seja, músicas trazidas de casa. (fui jurado)
E sábado canções sobre o TEMA que este ano foi “O mundo que queremos”.
Eu belisquei um segundinho numa parceria, há muito cobiçada, com o Amigo Jorge Nicola Prado de Cruz Alta.

gracias.jpg

O Flavinho (Saldanha) me escalou para o “Show de encerramento”.
Arrastei para o palco o Careca e o Darlan, dupla famosa de Santa Rosa, mais o jovem Fabrício Menezes, grande percussa que também tocou comigo na música premiada e o Getulio Rodrigues, nêgovéio na estrada dos festivais, ganhador de Califórnia e meu amigo desde os temos do Grupo Macanudo.

Andou bonitaço.
Que coisa boa ter sido útil.
Deu pra ver no olho de cada parceiro a energia boa que tomou conta desse nosso encontro.
Espero poder voltar muitas vezes a essa beira de rio e arrrastar pra lá todos aqueles que quero bem.

hino.jpg

Terminou com todos abraçados. Assim que é lindo.
Missão cumprida!

Gracias Sentinelas do Ibicuí.
Contem comigo, sempre!!!
Abração…

Orgânicos brasileiros na Alemanha

A Biofach Nuremberg, na Alemanha, contará com a participação de 28 empresas brasileiras associadas ao Projeto Organics Brasil. A feira, considerada a mais importante do segmento de produtos orgânicos do mundo, começa hoje e se estende até sábado. Serão 25 expositores no pavilhão das Américas e três na Vivaness, mostra paralela de cosméticos. Em 2009, as empresas fecharam 34 milhões de dólares em negócios e, neste ano, com a recuperação da economia, a expectativa é que haja crescimento de 15%.

Segundo relatório da Federação Internacional de Agricultura Orgânica (Ifoam), o Brasil é o terceiro país com maior área certificada para a agricultura orgânica, com 1,77 milhão de hectares; e o segundo maior em área extrativista, com 6,18 milhões de hectares.

O Organics Brasil é um projeto setorial da Apex e entra no sexto ano de participação em feiras internacionais. O Ministério do Desenvolvimento Agrário leva 15 cooperativas regionais de produtos dos diferentes biomas brasileiros.
Fonte: Correio do Povo

Dia 21 de Fevereiro – Programa Inédito

Gauchada…
   Se foi o “carnavial”… semana que vem, no próximo domingo, tem Linha Campeira inédito.
   Participe! Mande um e-mail para o falaagora@linhacampeira.com.br e peça músicas, sugira um tema, ou mande a tua história campeira de férias.

   Tamos esperando!
   Abr!!!

ESPECIAL RODEIO DA VACARIA

Fonte: Blog do Érlon Péricles…
….

…..QUE EMOÇÃO….28º RODEIO INTERNACIONAL DA VACARIA….
MUITA COISA ACONTECEU…FORAM TRES DIAS INTENSOS…DE TRABALHO PESADO MESMO…SEÇÃO DE AUTÓGRAFOS…DUAS MÚSICAS CONCORRENDO…PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS EM VÁRIOS SHOWS…UUUFFAAA….!!!!!

ENSAIO de NOS TEMPOS DO FERRO E FOGO…
MÚSICA DOS MONARCAS E DO NOSSO QUERIDO JOÃO PANTALEÃO…

…com a qual tivemos a grande oportunidade de colocar o BUENAS e M’ESPALHO no palco da Vacaria…

Gravamos o programa da TV Educativa do Paraná…. ALO TCHE… programa daquele figura…Ivan Taborda…
foi uma aventura….gravamos com muito humor..

DEPOIS UM PROGRAMA PARA A WEBTV SOLUÇÕES…


AS GRAVAÇÕES foram feitas na FAZENDA DO SOCORRO, uma propriedade
histórica no município de Vacaria…

Tivemos, também, a oportunidade de fazer uma seção de autógrafos junto ao stand da
gravadora Acit, eu, Shana e Paulinho…tocamos…estava muito bom..

Olha o Adesivo ai gente…….

Por fim, este espetáculo maravilhoso acompanhado por milhares de pessoas, como da pra ver na foto ao lado…
Ainda de quebra ganhamos um troféu coletivo de MELHOR INTÉRPRETE, acho que uma coisa inédita nos festivais do RS…e o segundinho com o JOÃO PANTALEÃO, velho amigo e parceiro…
VALEU VACARIA…..
muita coisa nova pra gente…

É ISSO AI INDIADA…NOS FALAMOS NA SEQUENCIA…
NA QUARTA FEIRA VAMOS ALÇAR VOO PARA OUTRAS
QUERÊNCIAS….MAS ISSO EU CONTO SEMANA QUE VEM…
ABRAÇOS GAUCHADA!!!

Frases de Carnaval

"Gaúcho que é gaúcho não deixa sua mulher mostrar a bunda para ninguém. Nem em baile de carnaval. Gaúcho que é gaúcho não mostra a sua bunda para ninguém. Só no vestiário, para outros homens, e, assim mesmo, se olhar por mais de trinta segundos sai briga.".
Luís Fernando Veríssimo

"Custei a compreender que a fantasia é um troço que o cara tira no carnaval e usa nos outros dias por toda a vida.".
Aldir Blanc e João Bosco

"O Brasil é o país da paixão! Os apaixonados pelo futebol. Os apaixonados pelo carnaval. Os apaixonados pela Xuxa, pelo Pelé e pelo Ayrton Senna. Os apaixonados por corrupção!".
Jônathas Siviero

"Passado o carnaval todos colocam as máscaras…".
Aline França

"O BRASIL QUE PULA CARNAVAL É O MESMO QUE PROMOVE A QUARTA-FEIRA DE CINZAS."
Flávio Marcondes Velloso

Fonte:

28º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria

A tarde e a noite deste domingo reservava grandes emoções para o público que lotou as arquibancadas da Cancha Ferradura. A grande final da Gineteada em pelo deu a dimensão do que foi o 28º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria.

Calor de mais de 35º e um grande público – que no sábado chegou a 55.000 pessoas. 20 ginetes classificaram-se para a final de domingo. Depois da primeira etapa, 10 ainda competiam pelo carro 0 Km. E depois da disputa ir se afunilando, restaram apenas 5 para fazer a última gineteada, a que daria por encerrado esta edição do Rodeio.

O público lotou as arquibancadas, não se importando com o forte sol que fazia. E nem mesmo com a forte chuva que veio depois, já no início da noite. Mesmo assim a maioria do público permaneceu em seu lugar, apenas tentando se proteger da chuva do jeito que podia.

A última etapa das montarias reservou muita emoção. Na disputa pelos pontos estavam um ginete de Vacaria e outro de Passo Fundo, com as melhores notas. O resultado foi decidido por 0,15 pontos, isso mesmo, 15 décimos de ponto, a favor do ginete da cidade de Passo Fundo / RS.

Confira a classificação final:

1º Lugar, com 99,10 pontos
Artur Padilha – Passo Fundo – RS

2ºLugar, com 98,95 pontos
Rafael da Silva Bueno – Vacaria – RS

3º Lugar, com 81,10 pontos

Mário Saraiva Júnior

4º Lugar, com 78,85 pontos
Giovane Sodré

5º Lugar, com 64,80 pontos
Alionso Nunes

Fonte: Pulperia

Vinicultores pressionam contra tarifa zero do Chile

Tema será tratado na quarta-feira em reunião da câmara setorial

Venda de vinho chileno no mercado interno é 34% maior que o de produto nacional- Crédito: Antônio Sobral / cp memória
Venda de vinho chileno no mercado interno é 34% maior que o de produto nacional
Crédito: Antônio Sobral / cp memória

CLAUDIO MEDAGLIA JUNIOR | cmjunior

Reunião da Câmara Setorial da Viticultura, Vinhos e Derivados marcada para quarta-feira, em Brasília, deverá reacender os esforços do setor para contornar um problema que se agrava há cinco anos. A intenção é convencer o governo federal a encampar a ideia de questionar acordo firmado pelo Mercosul há mais de uma década com o Chile, que prevê redução progressiva da tarifa de importação de vinhos finos. Pelo Acordo de Complementação Econômica n 35, o produto daquele país passou a ser colocado nos mercados do Mercosul, em 2005, com taxa de 27%. Hoje o percentual é de 4,59%, 83% menor, e deverá cair a zero em 2011.

A situação é preocupante, diz o diretor executivo do Ibravin, Carlos Paviani. "Hoje, o mercado é diferente. Se os termos não forem revistos, o risco para os investimentos feitos pelo setor no Brasil será muito grande." Segundo o dirigente, as alternativas para o caso seriam fruto de ampla negociação com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Uma opção seria a abertura de novos nichos de mercado para o Chile como compensação. "Eles exportam poucos produtos para cá. A balança comercial é muito favorável ao Brasil", acrescenta.

Somente no ano passado, o Brasil importou 22,5 milhões de litros de vinho fino chileno. O produto representa 40,17% dos 56 milhões de litros importados em 2009 e é 34% maior do que toda a venda do produto nacional, de 16,8 milhões de litros. Segundo o diretor executivo da Agavi, Darci Dani, ainda que o vinho nacional tenha ampliado em 7% o volume de vendas no ano passado, há necessidade de seguir crescendo. A meta para 2010 é ampliar a fatia do vinho brasileiro no mercado interno, hoje de 23% do total.

« Older entries