Inscrições Abertas para a 20ª Tertúlia Nativista e 1ª Tertulinha

Estão abertas as inscrições para a 20ª Tertúlia Nativista de Santa Maria, festival que está previsto para os dias 30 de novembro, 01 e 02 de dezembro. Nesta 20ª edição o festival vem com uma novidade a 1ª Tertulinha que vai acontecer no dia 29 a tarde, no mesmo local da Tertúlia no Lago da Gare.

As inscrições para a 20ª Tertúlia esão abertas até o dia 19 de outubro enquanto as da 1ª Tertulinha vão somente até o dia 12 de outubro.

Mais informações pelo fone (55) 3921.7216 ou pelo e-mail tertuliasm@gmail.com

Fonte:
Clarissa Moura
bahstidores@yahoo.com.br

Músicas Classificadas XXII Vigília do Canto Gaúcho

Com mais de 400 músicas inscritas encerrou, na manhã desta
terça-feira, a triagem da XXII Vigília do Canto Gaúcho. O festival está previsto para os dias 26 e 27 de outubro.

O corpo de jurados é formado por José Renato Daudt, Jairo “Lambari” Fernandes, Nelcy Vargas, Sabani Felipe de Souza e Paulo Saavedra.

Classificados na Etapa Estadual

01 – Flor do manantial – Milonga
Letra: Edilberto Teixeira (in memorian)
Música: Juliano Moreno

02 – Pitanga – Milonga
Letra: Filipe Corso e Rafael Ferreira
Música: Vitor Amorim

03 – O adeus do anguera – Zamba
Letra: Cristiano Rauber, Nelmo Beck e Pedro Bica
Música: Glademir Escobar

04 – Depois do lombo do pingo – Milonga
Letra: Osmar Proença
Música: André Teixeira

05 – Picaneando o coração – Toada
Letra: Alex Silveira
Música: Carlos Madruga

06 – Romanceiro – Milonga
Letra: Gujo Teixeira
Música: Luciano Maia

07 – Da doma antiga – Chamarrita
Letra e Música: Cláudio Silveira

08 – Milonga de um cavalo só – Milonga
Letra: Cauê Machado e Otávio Severo
Música: Otávio Severo

09 – Para cruzar na tua morada – Milonga
Letra e Música: Igor Silveira

10 – Do jeito de um trançador – Chamamé
Letra: Volmar Camargo
Música: Marcelinho Carvalho

Classificados na Etapa Municipal

01 – Milonga de campo – Milonga
Letra: Júlio Rodrigues
Música: Marco Lima

02 – Nas esquilas da lagoa – Xote
Letra: Gujo Teixeira
Música: Marcelo Paz Carvalho

03 – A saudade é posteira – Milonga
Letra: Cleiton Evandro dos Santos
Música: Jader Duarte

04 – Santo de casa – Milonga
Letra: Mateus Neves da Fontoura
Música: Rodrigo Duarte

Fonte:
Clarissa Moura
bahstidores@yahoo.com.br

Semana Farroupilha – Setembro de 2012

Amigos,
que o dia 20 de setembro mexa com o brio dos gaúchos para que se revoltem contra a diminuição da qualidade na saúde, infraestrutura, educação e o aumento da insegurança, entre outros, como fizeram os farroupilhas contra os imperiais em 35. Que o orgulho floresça na retomada de um estado próspero que a muito deixou de ser referencia, iludido pelo próprio patriotismo, que acomodou uma nação que se considerara “a melhor”.
A Revolução Farroupilha deve servir de exemplo para um sentimento renovado na retomada da prosperidade e da qualidade de vida do povo gaúcho. A peleia de outrora é o trabalho de hoje e a cobrança das autoridades governantes. Se o Rio Grande acordar para essa nova realidade, ninguém segura essa província pátria pampa tão amada.

Setembro de 2012
Leonel Furtado

Ginete monta em cavalo xucro para relembrar força da mulher gaúcha

Erlita Mendes percorre o Estado conquistando espaço e premiações em ambiente tradicionalmente masculino

Erlita Mendes, 27 anos, é uma das poucas mulheres no Estado que participa deste tipo de prova
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBSBruna Scirea
bruna.scirea@zerohora.com.br

Entre homens jovens e adultos, campeões e amadores, Erlita Mendes destaca-se pela garra sobre o cavalo xucro. De madeixas a balançar com o pinote do animal, a caxiense não entra na cancha de rodeio para demonstrar força ou coragem.

De tento em mãos, a ginete arrisca-se, desde os 18 anos, pelo resgate de uma história – que, para ela, tem linhas mal contadas.

— Muito se fala sobre os homens, os heróis que lutaram por nossa terra. Subo no cavalo para representar nossas avós, bisavós e tataravós que domavam animais e cuidavam dos filhos nas estâncias. Quero lembrar que a força feminina também esteve presente na história gaúcha — justifica.

Para isso, Erlita percorre o Estado conquistando espaço e premiações em um ambiente tradicionalmente masculino. Uma das únicas mulheres ginetes, aos 27 anos, contabiliza a participação em mais de 30 provas de rodeio – em uma delas, apoderou-se do oitavo lugar em um ranking que incluía 50 homens – e já abriu mais de 150 eventos com
apresentações sobre lombo do cavalo.

Dos tombos, a ginete recorda de apenas um. Foi quando o cavalo caiu sobre ela quebrando-lhe o braço. Nada grave, afirma. E é com a mesma confiança que responde quando lhe perguntam se sente medo.

— É um sentimento que não tenho dentro de mim. O que sinto é uma gana de mostrar, da melhor maneira, o que vim para fazer: lembrar da garra do povo gaúcho, de homens e de mulheres — explica.

E se o namorado Paulo Schmidt reclamar, preocupado com as possíveis quedas e machucados, Erlita deixa bem claro:

— Ele sabe o que acontece se eu tiver que escolher entre ele e a gineteada.

Por enquanto, nada faz Erlita pendurar as esporas

Não é o namorado. Também não serão a faculdade de Agronomia, nem a loja de agropecuária que administra em Caxias do Sul, motivos para pendurar as esporas. E, se algum dia isso acontecer, pretende ter repassado tudo o que aprendeu para a próxima geração de sua família. A sobrinha Luíza Gabriela, dois anos, já se mostra como uma forte candidata a aprender um grande segredo de campeã:

— Alguns chamam a gineteada como uma peleia entre o homem e o cavalo. Eu penso diferente. Antes de montar, me aproximo do animal e faço uma oração. Rezo para que Deus nos abençoe e que sejamos uma dupla, não adversários. É uma questão de cumplicidade.

ZERO HORA

Septiembre 2012 – Estância Don Silvano – Argentina

Iníciou o mês farroupilha do Linha Campeira, bem no estilo da Fronteira. Visita a Estância Don Silvano, perto de Buenos Aires – Argentina. O João Vicente com 9 meses larga a boca na sua primeira Semana Farroupilha. Obrigado aos anfitriões, Leonardo e Milena Furtado